Quarta-feira, 4 de Março de 2009
Vá p'ra fora lá fora !!!

 

Um desafio que nos leva a dar uma volta de 360 graus, que nos coloca a cabeça tonta de tanto girar de tanto imaginar os nossos pezinhos palmilhar  os magníficos cinco recantos do mundo!

 

A Sorriso é tão fofinha comigo que só me dá bons presentes! Desta vez ofereceu-me cinco bilhetes para escolher um destino nos  também cinco diferentes cantinhos do mapa mundo :)

 

De facto não vai ser muito fácil eleger apenas cinco lugares, primeiro porque são mais do que estes aqueles com que sonho conhecer, mas como a minha vidinha não tem estado muito virada para viagens mas para outras coisas, também não me tenho ocupado com os destinos turísticos de eleição/ de promoção das agências e tal e coisa. Mesmo assim vamos a ver no que dá!

 

Continente Africano: Cabo Verde; Ilhas Seicheles; Marrocos; ... (mar, sol e cultura, a combinação perfeita);

 

Continente Americano: América do Norte: Estado Unidos da América (Cidade de Nova York, não fosse a sua rebelde mistura de culturas tão fascinante); América do Sul: República Dominicana; Cuba e Brasil (praia, música, sedução, cultura e bom povo - não poderia nunca descorar as minhas origens latinas, não seria de todo dificil adaptar-me);

 

Continente Asiático: Índia e Dubai (magia, cor e mais magia)

 

Continente Europeu: França (Paris - a cidade do amor e porque amo amar, amo a ideia de ser uma das minhas próximas viagens, de preferência com o meu amor);

 

Oceania: Austrália (para ver se resisto ao medo enorme que tenho à maioria dos animais, resistir ao medo de ser raptada na barriga de um cangurú ).

 

Apesar de todos os continentes terem as suas maravilhas, o meu continente de eleição é o sul-americano, e ele que me aguarde!

 

 

 


Hoje sinto-me:: Nas nuvens com tantos sonhos
Palavras-Chave: , ,


Terça-feira, 3 de Março de 2009
A simpatia como um imposto

 

 

Ser simpático não deveria ser uma obrigação mas uma característica, um traço de personalidade. Um sinal de bem-estar! Uma forma de vida! Algo passível de aprendizagem e construção.

Quando perante uma circunstância se verifica que atitudes como a simpatia e a empatia podem "tramar-nos a vida", mais vale recorrer à neutralidade! E é por conclusões como estas,que nos serviços, quer privados quer públicos, não somos atendidos como pessoas normais mas como ET'S, algo mais do que desconhecido, como seres perigosos e estranhos nunca vistos nem imaginados. Por isso é que o povo português sorri cada vez menos e somos até já equiparados com os povos do norte da Europa (dinamarqueses e afins)!

Mais vale prevenir que remediar, e sermos neutros pode ser duro, mas pior seria termos que ser cobrados pela simpatia.

 

(Continuo a ser utópica e não seria uma circunstância entre muitas futuras que me impediria de sorrir e preservar/manter a minha génese mas realmente as experiências de vida ensinam-nos coisas boas e menos boas, porque todas elas fazem parte, como um todo. Temos de estar treinados para caminhar em terra batida como em estradas asfaltadas.)

 

Ao fim de tudo, sorrio e continuo incondicionalmente simpática e genuina. E sorrio ainda mais porque consigo apesar de algum receio, retirar o bom de cada lição de vida. E na minha balança o que pesa sempre mais é o pólo positivo do acto de viver :)

 

 

E nada melhor para terminar um post com a apresentação de um prémio, com o qual me sinto mais uma vez, verdadeiramente lisonjeada! Um Muito Obrigado à Amiga Just Moments!

 

 

 

 


Hoje sinto-me::
Palavras-Chave: , ,


Domingo, 1 de Março de 2009
Memória

 


 

 

 

Quando a vida nos prega uma partida e não em tom de brincadeira, quando nos obriga ao sofrimento próprio e isolado e àquele que se partilha.

Um dia em que a nossa vida passa a ser a vossa vida, os pormenores prazerosos passam a ser odiosos. Quando somos forçados a registar no diário cruel tudo o que se passa connosco como meio de estimulação mental. Quando nós já não somos nem o nosso passado, nem o nosso presente, muito menos ainda o nosso futuro. Nada está sob a força e conteúdo das nossas mãos mas nas mãos deles, das tuas também! Quando o nada faz sentido e o tudo não possui razão de ser. Quando viver não é um dom nem um milagre mas sim um sacrifício rotineiro. Quando sem memória se varra toda a nossa história.

 

(Para aquele rapaz mil votos de paciência e persistência. Que o seu vazio se preencha com actos de carinho e dedicação).


Hoje sinto-me:: Na pele do outro
Palavras-Chave: , , ,


A Mel e o seu Mel
Ideias que desabrocham

Será que vou continuar a ...

Boa Sorte

Idade Cronológica vs Idad...

Sentimentos de Paz

Foi assim e se tiver de s...

Gosto ...

A Herança que se constrói

Um Emaranhado de Pertence...

Voa com o Tempo

Estou cansada do que me e...

A Minha Doce Gaveta

Janeiro 2011

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


Palavras-Chave

todas as tags

Doce Pesquisa!
 
blogs SAPO
subscrever feeds